Concurso Lefê de Samba - Feira Carioca do Samba
04/11/2017 - 15:15
Centro de Artes Calouste Gulbenkian
Praça Onze - RJ
Participações Especiais:

A Feira Carioca do Samba volta dez anos depois para festejar o centenário do gênero e criar um território permanente de trocas entre os profissionais da área. Será nos dias 3 e 4 de novembro, no Centro de Artes Calouste Gulbenkian, ali na Praça Onze, o berço do samba!

Batizado por Bianca Calcagni em homenagem ao saudoso produtor cultural Lefê Almeida, o Concurso Lefê de Samba vai escolheu dez composições inéditas para serem cantadas ao vivo no dia 4 de novembro de 2017, durante uma roda de samba da pesada, em plena Feira Carioca do Samba. Os autores que ficarem nos três primeiros lugares ganharão medalhas e o grande campeão será premiado com a gravação profissional de sua música + um vídeo de making off.

Entre os dias 12 de julho e 31 de agosto, cada candidato inscreveu, gratuitamente, um samba inédito de tema livre. Em 21 de setembro foi divulgada a lista com os sambas inscritos. Em 04 de outubro divulgada a lista com os 10 sambas finalistas. Agora é prestigiar os selecionados e torcer pela sua favorita no dia 04 de novembro no Calouste.

Marcus Lima foi um dos dez classificados para a final com o samba de sua autoria "Seu Damião".

Ingressos: Gratuito
Informações:
A Bossa de Marcus Lima
09/11/2017 - 20:30
Bar Itália
Avenida Prefeito Sylvio Picanço, 651 - Charitas - Niterói
Participações Especiais:

Cantor, compositor e violonista, Marcus Lima desenvolveu e amadureceu sua arte atuando como interprete em hotéis, Pubs e bares da orla carioca.

Em busca do aperfeiçoamento afinou parcerias com grandes músicos, poetas e artistas e se arriscou testando a força de suas canções pelos festivais por todo o Brasil, aprendendo e absorvendo o melhor de toda aquela atmosfera criativa e inspiradora, ingredientes fundamentais e muito semelhantes aos que precederam o surgimento dos grandes clássicos da Bossa Nova e da música brasileira conhecida internacionalmente.                                   

Bebendo na água da Bossa e de seus ilustres discípulos, de toda uma geração de compositores cantores como Caetano Veloso, Gilberto Gil, João Bosco, Gonzaguinha, Ivan Lins, Djavan, Chico Buarque, entre outros menos conhecidos como Márcio Proença e Sergio Natureza (esses dois últimos que mais tarde se tornariam também parceiros), criando um elo evolutivo de gerações por onde sua música transita e segue uma linhagem de estética e estilo de interpretação que revelam sua matriz.

Como ele mesmo diz: “a fila já andou... muitas coisas aconteceram e evoluíram nesses anos, mas a beleza da música brasileira está no nosso DNA e tem que continuar encantando o mundo na elegante batida de um bom violão”. A Bossa é sempre nova... Novas tecnologias, novas levadas, novos Autores, Novas canções”.

Ingressos: R$12

Cantor, compositor e violonista, Marcus Lima desenvolveu e amadureceu sua arte atuando como interprete em hotéis, Pubs e bares da orla carioca.

Em busca do aperfeiçoamento afinou parcerias com grandes músicos, poetas e artistas e se arriscou testando a força de suas canções pelos festivais por todo o Brasil, aprendendo e absorvendo o melhor de toda aquela atmosfera criativa e inspiradora, ingredientes fundamentais e muito semelhantes aos que precederam o surgimento dos grandes clássicos da Bossa Nova e da música brasileira conhecida internacionalmente.                                   

Bebendo na água da Bossa e de seus ilustres discípulos, de toda uma geração de compositores cantores como Caetano Veloso, Gilberto Gil, João Bosco, Gonzaguinha, Ivan Lins, Djavan, Chico Buarque, entre outros menos conhecidos como Márcio Proença e Sergio Natureza (esses dois últimos que mais tarde se tornariam também parceiros), criando um elo evolutivo de gerações por onde sua música transita e segue uma linhagem de estética e estilo de interpretação que revelam sua matriz.

Como ele mesmo diz: “a fila já andou... muitas coisas aconteceram e evoluíram nesses anos, mas a beleza da música brasileira está no nosso DNA e tem que continuar encantando o mundo na elegante batida de um bom violão”. A Bossa é sempre nova... Novas tecnologias, novas levadas, novos Autores, Novas canções”.

Marcus Lima - voz e violão

Dias 09/16/23/30 de novembro 2017 - 20:30h

Informações:
Marcus Lima - MPB | Samba | Bossa
02/12/2017 - 21:00
Granel Armazem e Botequim
Rua Desembargador Leopoldo Muylaert, 184, Piratininga
Participações Especiais: Reginaldo Vargas
Informações: